STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Comunicação Social
Portugal é dos países europeus com menos cuidados para idosos Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 30 Setembro 2015 15:01

Portugal e o pais europeu com menos cuidados p idososJornal de Notícias - 28/09/2015


Portugal é dos países europeus com menos cuidados para idosos


Portugal é dos países da Europa onde as pessoas idosas são mais abandonadas, com menos profissionais a elas dedicados e menos dinheiro alocado, diz um estudo da Organização Internacional do Trabalho, publicado esta segunda-feira.
A propósito do dia mundial do idoso, que se assinala na quinta-feira, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) publicou o estudo "Long-term care protection for older persons: A review of coverage deficits in 46 countries" (Proteção continuada a idosos: uma revisão de défice de cobertura em 46 países).
O trabalho indica que no mundo são necessários 13,6 milhões de trabalhadores para haver uma cobertura universal em termos de cuidados continuados a pessoas com 65 e mais anos.

 

Ver o artigo completo aqui.

 

 

Logo Inter Reformados 100x87stml90x90

 
Aposentados da função pública querem reposição das pensões, Frente Comum promoveu esta iniciativa Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 17 Setembro 2015 13:58

Correio da Manhã 11.09.2015

 

 Ana avoila reduzido

 

Várias dezenas de sindicalistas e aposentados da função pública reivindicaram esta sexta-feira em Lisboa a reposição das pensões cortadas desde 2011 e um aumento de 4% para atenuar a perda de poder de compra dos últimos anos. As reivindicações estão expressas num manifesto aprovado no Rossio, em Lisboa, depois de um debate sobre a situação dos aposentados da administração pública após as medidas de austeridades que lhe foram aplicadas. "Aprovámos um manifesto em que reivindicamos que se revogue toda a legislação que reduziu as pensões aos trabalhadores da função pública, o alargamento dos escalões do IRS e um aumento de 4% para as pensões", disse à agência Lusa Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, que promoveu a iniciativa.

Ler mais em:

http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/sociedade/detalhe/aposentados_da_funcao_publica_querem_reposicao_das_pensoes.html

 

 

Inter reformadosstml90x90

 
Constança Cunha e Sá sobre as pensões: "É um ato terrorista deste Governo" Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 28 Maio 2015 11:19

TVI – 26 MAIO 2015

OPINIÃO


Constança Cunha e Sá sobre as pensões: "É um ato terrorista deste Governo"

 

A comentadora da TVI alerta para "uma insegurança enorme numa faixa etária com enormes dificuldades, com menor capacidade de resposta, com menores oportunidades"
Constança Cunha e Sá acusa o Governo de andar a "brincar com a Segurança Social". A comentadora da TVI alerta que os avanços e recuos dos últimos dias provocam uma "insegurança enorme" nos reformados e pensionistas.

Continuar...
 
Frente Comum reclama aumento de 3,7% de pensões na função pública Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 11 Maio 2015 13:28

IR - Ana AvoilaObservador – 08Maio2015

A Frente Comum dos Sindicatos reivindicou o aumento de 3,7% para os pensionistas da função pública e vincou a necessidade de correção das injustiças geradas pelas pensões "doiradas".

 

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

 

 

A Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública reivindicou o aumento de 3,7 por cento para os pensionistas da função pública e vincou a necessidade de correção das injustiças geradas pelas pensões "doiradas".

Continuar...
 
Cortes das Pensões podem chegar aos 600 milhões em 2016 Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 20 Abril 2015 13:51

cortes nas pensoes podem chegar aos 600 milhoes em 2016Económico

16/04/2015

Marta Moitinho Oliveira

 

O Executivo prevê mexer no sistema de pensões público em 2016, estando a projectar uma poupança de 600 milhões de euros.
A intenção foi anunciada pela ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, no final do Conselho de Ministros onde foram aprovados o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas.

 

Ver artigo completo aqui!

 

Inter reformadosstml90x90

 

 

 
Segurança Social Complemento solidário ‘perdeu’ 58 mil beneficiários em dois anos Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 06 Abril 2015 09:11

Em “Notícias ao Minuto”, 30 de Março


Idosos com direito a ajuda extra na reforma são cada vez menos. Mudanças nas regras de acesso tiveram impacto visível no número total de favorecidos, conta o Jornal de Negócios.foto ref

Desde 2012 até ao final de 2014, há menos 25% de pensionistas com direito ao complemento solidário para idosos (CSI). Os dados divulgados pela Segurança Social e hoje citados pelo Jornal de Negócios mostram uma inversão na tendência de subida registada nos primeiros seis anos da prestação, que se justifica com as mudanças implementadas pelo governo atual.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 Seguinte > Final >>

Pág. 3 de 5