STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Comunicados
Greve Geral de 24 de Novembro Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 23 Novembro 2010 18:14

A todos os trabalhadores da Câmara Municipal de Lisboa e Empresas Municipais

Greve Geral – 24 de Novembro

 

Greve Geral 24 NovembroAproxima-se a Greve Geral decretada pela CGTP-IN. Uma Greve Geral que contestará as políticas e medidas defendidas pelo actual governo que privilegia a redução salarial, o aumento de impostos, o aumento do custo de vida para e esmagadora maioria do povo português.

Os trabalhadores são os principais visados pelos sucessivos planos de austeridade do governo PS(D), suportando uma crise para a qual não contribuíram em nada!

Ao sector económico-financeiro o governo não pede sacrifícios! Não se implementa nenhuma medida de combate à economia clandestina! A fraude e evasão fiscal continua a ser permitida aos grandes grupos económicos! Os maiores bancos portugueses pagam apenas 4,4% de impostos, quando têm mais de 5 milhões de euros de lucros / dia! Os paraísos fiscais continuam a ter benesses e isenções fiscais, como o offshore da Madeira.

Continuar...
 
Proposta de Organização dos Serviços Municipais Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 19 Novembro 2010 21:00

Câmara Municipal de LisboaAbaixo disponibilizamos a Proposta de Organização dos Serviços Municipais, datada de 10 de Novembro de 2010, para análise e reflexão dos trabalhadores da Câmara Municipal de Lisboa.

 
Parecer sobre a Proposta da Nova Orgânica dos Serviços da Câmara Municipal de Lisboa Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 17 Novembro 2010 20:42

cml01-150x100

Parecer do STML sobre a Reestruturação da CML
entregue na autarquia a 16 de Novembro de 2010

Generalidade

O regime jurídico da organização dos serviços das autarquias locais está, hoje, contido no DL. 305/2009 de 23/10.

Continuando o diploma a permitir a estrutura exclusivamente hierarquizada e, neste mesmo modelo, até as equipas de projecto, a organização dos serviços actualmente existente pode cumprir, na íntegra, o disposto na lei actual, sem necessidade de qualquer revisão, bastando, para tanto, uma avaliação que constate a conformidade com a lei actual.

E nesse sentido nada impõe uma nova organização de serviços nos Municípios, embora, como é óbvio, a mesma possa ser promovida sempre que a administração o entenda oportuno e conveniente.

Foi o que o Município empreendeu e atribui-lhe tanta relevância que, para o efeito, até criou uma Equipa de Missão... aliás com expressa menção de ampla participação, designadamente das associações sindicais, o que, no que diz respeito ao STML e aos trabalhadores, nunca aconteceu.

Continuar...
 
5 perguntas sobre a Greve Geral Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 16 Novembro 2010 20:27
Geve Geral 24 Novembro
  1. Quem pode fazer greve?
  2. Os não sindicalizados podem fazer greve?
  3. És obrigado a comunicar que vais aderir à greve?
  4. Podem descontar-te os prémios?
  5. Piquetes de greve! Como funcionam?

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Ler as respostas...
 
<< Início < Anterior 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 Seguinte > Final >>

Pág. 151 de 172