STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Comunicados Comunicados 2017 Aos trabalhadores da Junta de Freguesia de Campolide
Aos trabalhadores da Junta de Freguesia de Campolide Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 19 Janeiro 2017 09:47

imagem de capa JF CampolideDando seguimento à discussão sobre o Caderno Reivindicativo entregue a 13 de Maio de 2016 pelo STML ao Presidente da Junta de Campolide, o Sindicato reuniu a 18 de Janeiro do corrente ano com o Executivo, representado nesta última reunião pelo Tesoureiro Dr. Duarte Sapeira e pela Assessora do Presidente, a Dra. Rita Barrocas. Damos conta dos assuntos debatidos, informações e compromissos assumidos pela Junta de Campolide.

Assim,

1. A Junta afirmou claramente o fim da "rotatividade" entre locais de trabalho (entre os Postos da Serafina e de Campolide), matéria que inclusive deu origem a um abaixo-assinado subscrito pela imensa maioria dos trabalhadores. O STML congratula-se com esta decisão, esperando todavia que a mesma tenha efeitos práticos efetivos.

2. Sobre o pagamento de todos os montantes remuneratórios aos trabalhadores acidentados, incluindo a média do trabalho extraordinário realizado no período precedente ao acidente, irão avaliar pelo seu Gabinete Jurídico a sua possibilidade, comprometendo-se o Sindicato a enviar, uma vez mais, todos os pareceres jurídicos que vão de encontro às reivindicações dos trabalhadores e do próprio Sindicato.


3. Sobre a regularização dos trabalhadores a recibos-verdes, foi-nos comunicado que foram abertos concursos que permitiram a celebração de um CTFP por tempo indeterminado a uma parte desses trabalhadores. Para obterem cópia do Contrato celebrado, bastará deslocarem-se aos serviços administrativos da Junta para esse efeito.

4. Sobre os trabalhadores com vínculo precários (CPS), nomeadamente a falsos recibos-verdes, deverão igualmente deslocarem-se aos serviços administrativos da Junta, quer no caso de entenderem contestar o processo de exclusão, matéria para a qual o STML estará disponível a analisar e acompanhar através do seu Gabinete Jurídico, quer para solicitar cópia do contrato de prestação de serviços estabelecido.

5. A Junta comprometeu-se ainda a abrir outros concursos públicos de admissão de pessoal durante o ano de 2017 (até outubro) para os setores carenciados, além de resolver eventualmente outras situações de vínculos precários.

6. Afirmam a existência de uma reserva (stock) de fardamentos e equipamentos de proteção individual, localizada quer na sede da Junta quer nos Postos de Limpeza, procurando assim dar uma resposta o mais célere possível à substituição do material degradado ou inutilizado. Valorizamos a aceitação da proposta do STML inscrita no já referido Caderno Reivindicativo.

7. Referem uma avaliação sobre o espaço que no Posto de Campolide tem servido para secar os Fatos-de-Água (EPI's) que no entender dos trabalhadores e STML não respondem às necessidades identificadas.

8. Afirmam a possibilidade de uma intervenção no Posto da Serafina que melhore as atuais condições de trabalho, não referindo quando e em que vertente (s).

 

O STML continuará a acompanhar os problemas que afetam os trabalhadores da Limpeza Urbana da Junta de Campolide, exigindo sempre que oportuno as necessárias reuniões ao respetivo executivo procurando a sua resolução.


Informados e unidos em torno do nosso Sindicato, somos e sempre seremos mais fortes!

 

 

logo stml 16