STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Comunicados
Greve dos Trabalhadores da DMPO e da DMAU Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 16 Dezembro 2011 14:30

Face à proposta que o actual executivo apresentou ao STML sobre os novos horários de trabalho para a DMAU e para a DMPO (entre outros serviços), a única resposta possível é a luta de todos os trabalhadores!

greve_26_a_31_dez_2011

Relembramos que o Presidente António Costa propõe a desregulamentação total dos horários de trabalho, nomeadamente:

Continuar...
 
Saudação aos Trabalhadores do Municipio de Lisboa Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 30 Novembro 2011 15:49

SAUDAÇÃO

 

O STML saúda todos os trabalhadores do município de Lisboa que aderiram à Greve Geral do passado dia 24 de Novembro.

Uma Greve Geral que teve a concordância massiva dos trabalhadores da autarquia e das empresas municipais.

Realçar as adesões extraordinárias verificadas na Limpeza Urbana, no Regimento de Sapadores Bombeiros, nas Oficinas de Reparação e Manutenção Mecânica em particular e no Complexo dos Olivais II no geral, com níveis a rondar, em todas as situações, 90% a 95%.

Referir com igual importância o encerramento de todos os refeitórios municipais, de vários equipamentos desportivos e culturais, com destaque para o Teatro Maria Matos, Teatro São Luís, o Castelo de São Jorge, o Padrão dos Descobrimentos e o Museu do Fado.

Continuar...
 
Mudança de local do Departamento de Educação da CML Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 29 Novembro 2011 12:12

OFÍCIO ENVIADO AO VEREADOR DO PELOURO DA EDUCAÇÃO NA CML

DR. MANUEL BRITO

SOBRE MUDANÇA DE LOCAL DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO

 

N/Ref.: 666/11-DAR.                                                                 

Lisboa, 25 de Novembro de 2011

 

Exmº Senhor Vereador,

Passa pouco desde o anúncio da necessidade de mudança física do Departamento de Educação da Câmara Municipal de Lisboa.

Sem explicações para tal, todos os Trabalhadores do Departamento de Educação souberam que vão abandonar na próxima semana o 10º Andar do Bloco E do Edifício Central do Município de Lisboa e terão de ocupar até quarta-feira o 4º Andar do Bloco C.

Não vislumbrando melhoria nas condições de trabalho ou produtividade, surgiu na cabeça as preocupações da manifesta falta de cuidado na gestão dos dinheiros públicos que os actuais gestores do Departamento de Educação possuem quando em 2010 investiram mais de 10.000,00 € na substituição das alcatifas dos pisos que agora vão abandonar, para encontrar as mesmas alcatifas nos pisos que agora vão ocupar «porque tem que ser».

Mas não é só este aspecto que preocupa quem aqui trabalha.

São inúmeros os trabalhadores do Departamento de Educação que trazem a sua alimentação de casa e a aquecem em Microondas que os próprios compraram e a guardam em frigoríficos colocados no vão de escada junto aos elevadores. O novo local para onde vão mudar, não possui condições para receber o Microondas e não tem uma sala de reuniões onde possam reunir e, subsequentemente,  almoçar (lembramos que o Edifício não dispõe de Refeitório).

A politica do «tem que ser» por parte dos Dirigentes do Departamento de Educação é geradora de um mal-estar entre os Trabalhadores e ficou bem patente com a forte participação destes na Greve Geral do dia 24 de Novembro.

Atento às preocupações dos Trabalhadores, o Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa irá opor-se a esta mudança sem serem encontradas soluções mínimas para que esta se efectue, porque obviamente estamos do lado dos Trabalhadores e exigimos um maior cuidado com a utilização dos dinheiros públicos, sob pena de termos de denunciar publicamente a situação.

Ficamos assim, a aguardar da parte de V. Exa. uma resposta para as questões aqui apresentadas, afim de podermos informar os trabalhadores.

Com os nossos cumprimentos,

Pel’A Direcção do STML

Delfino Serras

 

C/c ao Director do Departamento de Educação da CML

            Dr. José Manuel Pereira

 

 

 
Dados de Adesão à Greve Geral de 24 de Novembro Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 24 Novembro 2011 11:48

piquete_olivais_24_11_2011Greve Geral na Câmara Municipal de Lisboa

A Cidade de Lisboa fortemente afectada com a

grande adesão à Greve dos trabalhadores do Município de Lisboa à Greve Geral

Os trabalhadores do Município de Lisboa (período diurno) aderiram significativamente à Greve Geral decretada pela CGTP-IN.

Dos dados disponíveis, salienta-se:

- O encerramento de vários equipamentos culturais na EGEAC -  Empresa Municipal.

- A adesão dos Sapadores Bombeiros é de 99%.

- E no sector da limpeza urbana, oficinas e gestão de frota a adesão é superior a 90%.

 
<< Início < Anterior 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 Seguinte > Final >>

Pág. 182 de 222