STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Comunicados
Greve Geral histórica também no RSB Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 25 Novembro 2010 16:55

O STML saúda todos os Bombeiros Sapadores da Câmara Municipal de Lisboa que participaram em elevado número nesta grande GREVE GERAL, com um nivel de adesão que rondou os 96%. Dos 10 quarteis do RSB, 7 paralizaram a 100%. No aeroporto, depois das 20h00, a paralização ultrapassou os 95%.

 
Greve Geral histórica, no País e no município de Lisboa! Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 25 Novembro 2010 13:07

Greve GeralO STML saúda os milhares de trabalhadores da Câmara Municipal de Lisboa e Empresas Municipais que participaram na maior Greve Geral de que há memória no Portugal de Abril.

Mais de 90% de adesão à greve geral no sector da limpeza urbana ou nas oficinas dos Olivais II e Olivais III. Mais de 75% de adesão no Edifício Central do Campo Grande! Mais de 80% no Edifício Municipal do Departamento de Desporto. O encerramento do Padrão dos Descobrimentos, do Museu do Fado, do Castelo de São Jorge ou do Museu da Marionete, são igualmente sinais de fortes e indesmentíveis adesões à greve geral.

Continuar...
 
Reunião Geral de Trabalhadores da CML - 26/11/2010 Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 24 Novembro 2010 12:00
Câmara Municipal de LisboaSexta-feira, 26 de Novembro de 2010
9:30 horas, Paços do Concelho

Ordem de Trabalhos
  • Reestruturação de Serviços da CML
Nota: Os trabalhadores têm dispensa, ao abrigo da lei sindical, entre as 8:30 e as 12:00 horas.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
 
Greve Geral de 24 de Novembro Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 23 Novembro 2010 18:14

A todos os trabalhadores da Câmara Municipal de Lisboa e Empresas Municipais

Greve Geral – 24 de Novembro

 

Greve Geral 24 NovembroAproxima-se a Greve Geral decretada pela CGTP-IN. Uma Greve Geral que contestará as políticas e medidas defendidas pelo actual governo que privilegia a redução salarial, o aumento de impostos, o aumento do custo de vida para e esmagadora maioria do povo português.

Os trabalhadores são os principais visados pelos sucessivos planos de austeridade do governo PS(D), suportando uma crise para a qual não contribuíram em nada!

Ao sector económico-financeiro o governo não pede sacrifícios! Não se implementa nenhuma medida de combate à economia clandestina! A fraude e evasão fiscal continua a ser permitida aos grandes grupos económicos! Os maiores bancos portugueses pagam apenas 4,4% de impostos, quando têm mais de 5 milhões de euros de lucros / dia! Os paraísos fiscais continuam a ter benesses e isenções fiscais, como o offshore da Madeira.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 Seguinte > Final >>

Pág. 187 de 209