STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Acção Socio Cultural
Visita ao Núcleo Arqueológico da Casa dos Bicos Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 04 Março 2015 11:01

grupo da visita reduzidoOs 17 elementos que integraram a visita da Comissão de Reformados do STML ao Núcleo Arqueológico da Casa dos Bicos foram guiados por Cristina Martins.

A Casa dos Bicos, que hoje alberga a Fundação José Saramago, foi mandada construir junto às Portas do Mar em 1521, por Brás de Albuquerque, filho do 2º Vice-Rei da Índia. A sua fachada revestida de pedra em "bicos" foi inspirada, ao que parece, pelo Palácio dos Diamantes em Ferrara e, adaptando a topografia do terreno, compunha-se de quatro pisos: loja, sobre-loja e dois para habitação. O terramoto de 1755 e o incêndio consequente destruíram esses dois pisos.

Classificada em 1910 como Monumento Nacional, continuou a funcionar até à década de 60 do séc.XX como armazém/comércio de bacalhau, de que alguns dos nossos aposentados ainda se recordavam.
peixe reduzido

Sujeita a diversas obras e ocupações esporádicas, foi-lhe restituída a traça original, com os pisos superiores entregues à Fundação e o piso térreo reservado ao Núcleo Arqueológico, dados os vestígios encontrados que vão desde a época romana (unidade fabril de preparados de peixe do séc.I) até aos nossos dias.

À entrada pudemos ver o troço da muralha e a torre semicircular romana do séc III, integrada posteriormente na muralha e torre quadrangular medieval, cujo troço se encontra a descoberto mais à frente. Observámos ainda a maquete e a planta do edifício original, bem como fragmentos de diversos objectos de uso comum encontrados nas escavações.

 

Ver fotos da visita aqui!

 

stml90x90Logo Inter Reformados 100x87

 

 

 

 
Próxima visita 25 de Fevereiro - Casa dos Bicos Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 13 Fevereiro 2015 12:25

casa dos bicos reduzidoA Comissão de Reformados do STML tem agendada para o próximo dia 25 de Fevereiro às 14:30h uma visita guiada ao Núcleo Arqueológico da Casa dos Bicos.

Recentemente aberto ao público está dividido em três áreas e um vídeo, projetado na parede, mostra imagens das escavações.

Na área A encontra-se um troço de muralha, denominada Cerca Velha ou Cerca Moura, uma maquete da Casa dos Bicos e um expositor com objetos de uso diário, como copos, pratos, taças, azulejos, cálices e até hastes de cachimbo, usados no quotidiano da Casa dos Bicos antes do terramoto de 1755.

Na área B um enorme tanque, ou cetária, provavelmente do séc. I, que pertenceria a uma fábrica de preparados de peixe, e um expositor com o que resta de três bocais de ânforas, usadas para transporte de produtos piscícolas.

Na área C pode ver-se mais um troço de 18 metros da muralha que delimitou e defendeu o núcleo urbano primitivo da Lisboa medieval.

Os arqueólogos pensam que a muralha terá sido construída na época romana tardia, entre o final do séc. III e IV, até à época medieval.
Projetado na parede, um vídeo explicativo mostra imagens das escavações.

 

Ver fotos aqui!

 

stml90x90Logo Inter Reformados 100x87

 

 

 
Visita Museu da Cidade - Palácio Pimenta Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 05 Janeiro 2015 10:22

IR  Visita Museu da Cidade CapaEm 2015 reiniciamos a nossa actividade sócio-cultural com uma visita ao Museu da Cidade / Palácio Pimenta. Será pelas 14:30h do dia 14 de Janeiro.

O Museu da Cidade foi inaugurado em 1942 no Palácio da Mitra e transferido para o Palácio Pimenta em 1979 e retrata a história da cidade de Lisboa desde os tempos pré-históricos, passando pelos Romanos, os Visigodos e os Mouros, até aos nossos dias. A exposição permanente engloba azulejos, desenhos, pinturas, maquetas e documentos históricos.

O palácio, erguido no século XVIII por iniciativa do rei João V para a sua amante Madre Paula do Mosteiro de Odivelas, ficou conhecido por Palácio Pimenta devido ao nome de um dos seus últimos proprietários. É um edifício notável pela harmonia da fachada e pela beleza da sua decoração azulejar, parte dela joanina e outra executada já sob o reinado de D. José.

Apresenta as características das residências de campo da época com um corpo principal composto por um piso térreo, andar nobre e andar amansardado ocupados pela cozinha, capela, antiga cavalariça e dependências para serviços.

Várias espécies de pavões passeiam pela pequena mata e jardim de buxo.

 

Galeria de fotos aqui!

 

Logo Inter Reformados 100x87stml90x90

 

 

 
Visita ao Palácio de São Bento, sede da Assembleia da República Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 04 Novembro 2014 16:24

Grupo da Visita reduzida

 No passado dia 22, 14 elementos da Comissão de Reformados do STML foram recebidos no átrio da Assembleia da República e encaminhados para onde outrora funcionou o refeitório do Mosteiro de S. Bento da Saúde.

A sala mantém ainda grande parte do seu revestimento de azulejos, do sec XVIII, que retratam a vida  de S.Bento.

Aí assistimos à projecção de um documentário de apoio ao que nos foi sendo transmitido por Fernando Rocha, o funcionário que nos guiou durante cerca de 1:30m.

 

grupo de visita II reduzidoRefeitorio dos monges reduzido

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O palácio, cuja construção demorou 17 anos, albergou os monges beneditinos mais de 2 séculos, até à extinção das ordens religiosas em 1834, data a partir da qual passou a Palácio das Cortes.

Assembleia da Republica reduzido

 

Percorremos a Escadaria Nobre com 2 belíssimos trípticos e um surpreendente candeeiro com 16 braços, 144 lâmpadas e 1191kg; o Salão Nobre, cuja decoração é dedicada aos descobrimentos; os Passos Perdidos, de tecto em abóbada com claraboia e pinturas alegóricas e grandes painéis de Columbano Bordalo Pinheiro retratando destacados estadistas; as magníficas Sala das Sessões e Sala do Senado; o claustro e o jardim das traseiras que tem acesso à residência oficial do 1º Ministro.

Vimos ainda a exposição “Portugal e a Grande Guerra” e, à saída, foi-nos oferecido o livro O Parlamento.

 

 

 

 

 

 

Ver a galeria de fotos aqui!

 

Inter reformadosstml90x90

 
Próxima visita 22 Outubro - Palácio S. Bento Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 15 Outubro 2014 10:53

22 Out. - palacio S. Bento

A Comissão de Reformados do STML tem agendada para as 10:30h de 22 de Outubro, 4ª feira, uma visita guiada à Assembleia da República / Palácio de S.Bento.

O Mosteiro de S. Bento da Saúde, construído em 1598 segundo projecto de Baltazar Álvares, foi o primeiro mosteiro beneditino em Lisboa e a partir de 1834 tornou-se a sede do Parlamento.

Teve várias denominações e foi objecto de grandes obras, ao longo dos anos. O seu interior é grandioso, com diversas alas e possui muitas obras de arte de diferentes épocas da história de Portugal.

O acolhimento do grupo será feito na recepção da Praça de S. Bento, situada na fachada lateral, com 10 minutos de antecedência para depósito das malas. Por razões de programação a realização da visita não é assegurada, caso se verifiquem mais de 15 minutos de atraso relativamente à hora acordada.

 

Ver mais em: http://www.parlamento.pt/VisitaParlamento/Paginas/Introducao.aspx

 

Galeria de fotos aqui!

 

Inter reformadosstml90x90

 
Visita da Comissão de Reformados ao Palácio da Independência Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 21 Outubro 2014 11:51

Pal Ind 270x201

 


Foram 18 os aposentados que se juntaram às 10:30h do dia 24 de Setembro no Largo de S. Domingos para visitar o Palácio da Independência.

No salão principal Ana Proserpio, sabedora, entusiasmada e com projetor de imagens, contou-nos todas as transformações ocorridas no palácio através dos séculos. Depois, chamando-nos a atenção para diversos pormenores, percorremos as várias salas, o jardim e subimos ao que resta da cerca fernandina, junto à porta por onde os conjurados de 1640 entravam para as reuniões clandestinas.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 8 de 13