STML - Desde 1977 a lutar pelos trabalhadores
Entrada Comunicados
Às mães-trabalhadoras do município de Lisboa Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 05 Agosto 2022 14:05

As maes-trabalhadoras do municipio de LisboaRespeitar os direitos de parentalidade, concretamente nas horas para amamentação ou aleitação.

 

O STML enviou a 5 de agosto ao Presidente da CML uma ‘exposição’ sobre os direitos que não estão a ser respeitados no campo da parentalidade, nomeadamente nas horas que legalmente as mães trabalhadoras têm direito para a amamentação ou aleitação.

A referida ‘exposição’ pode ser consultada aqui.

Face aos obstáculos que têm sido criados às mães-trabalhadoras, principalmente no serviço municipal de limpeza e higiene urbana, o Sindicato espera que o responsável máximo pela autarquia determine para todos os níveis hierárquicos e orgânicos da Câmara Municipal a obrigatoriedade em respeitar a lei, respeitando assim os direitos das mães trabalhadoras e principalmente das suas crianças numa fase tão sensível da sua vida.

Continuar...
 
Aos Trabalhadores da SRU Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 01 Agosto 2022 12:38

Logo SRUSTML intervém na Reunião Pública de Câmara sobre o impasse na empresa

O STML interveio no passado dia 27 de julho na Reunião Pública de Câmara, dando voz às expetativas e reivindicações dos trabalhadores da SRU. Como recordou o STML pela voz do seu Presidente: “os assuntos que aqui nos trazem são sempre do interesse dos trabalhadores do Município”, sendo por isso também do superior interesse da cidade que servem.

A situação na SRU revela um impasse sobre a negociação em torno da proposta de Acordo de Empresa (AE). Há pelo menos dois anos, que o STML e os trabalhadores aguardam o início deste processo.

Por outro lado, perante o cenário de escalada brutal da inflação, urge a valorização dos salários destes trabalhadores. Os profissionais em causa dão o seu melhor em prol do serviço público municipal. Daí que o presidente do STML tenha apelado à tutela para que sensibilize os gestores da SRU sobre esta prioridade.

Continuar...
 
Aos Trabalhadores da GEBALIS Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 01 Agosto 2022 12:24

GEBALIS NOVOSTML e STAL intervêm na Reunião Pública de Câmara sobre o impasse na empresa

Os sindicatos intervieram, finalmente, no passado dia 27 de julho na Reunião Pública de Câmara, dando voz às expetativas e reivindicações dos trabalhadores da GEBALIS. Foram necessárias três tentativas, conforme recordou o Presidente do STML, para que as expetativas e reivindicações dos trabalhadores pudessem ser escutadas pelo Executivo Municipal, considerando a impossibilidade em intervir nas reuniões públicas de maio e junho.

Foi ainda observado pelo STML que "os assuntos que aqui nos trazem são sempre do interesse dos trabalhadores do Município", sendo por isso também do superior interesse da cidade que servem.

A situação na GEBALIS revela um impasse sobre os aumentos salariais de 2021 e 2022, recusando a atual Administração cumprir com o disposto do Acordo de Empresa (AE) em vigor, em termos de negociação, além de não aceitar o acordado entre a anterior administração e o STML e STAL para o ano de 2021, isto é, de um aumento de 10€ para cada trabalhador.

Continuar...
 
Aos Trabalhadores da EGEAC Versão para impressão Enviar por E-mail
Segunda, 01 Agosto 2022 11:53

EGEAC logo1STML intervém na Reunião Pública de Câmara sobre o impasse na empresa

O STML interveio no passado dia 27 de julho na Reunião Pública de Câmara, dando voz aos trabalhadores da EGEAC. Como recordou o STML pela voz do seu Presidente: "os assuntos que aqui nos trazem são sempre do interesse dos trabalhadores do Município", sendo por isso também do superior interesse da cidade que servem.

A situação na EGEAC revela um impasse sobre os aumentos salariais para este ano. Ou seja, não existe negociação sobre aumentos salariais relativos a 2022, contrariando o estipulado no respetivo Acordo de Empresa (AE).

Existem condições para subir os salários. Os profissionais em causa dão o seu melhor em prol do serviço público municipal. Os trabalhadores, contudo, sentem-se defraudados perante o desrespeito pelo seu AE.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 7 de 253