STML - 40 Anos
Entrada Comunicados
Caderno Reinvindicativo da Limpeza Urbana 2017 Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 22 Setembro 2017 17:48

Equipa do STML que participou na reuniãoO STML, através dos seus Dirigentes e Delegados sindicais do sector da Limpeza Urbana, entregou a 22 de Setembro ao Gabinete da Presidência da CML o respectivo Caderno Reivindicativo.

Aguardamos agora que o Executivo Municipal se pronuncie sobre o mesmo, procurando e respondendo aos inúmeros problemas que afectam os trabalhadores de um dos mais importantes serviços públicos da cidade de Lisboa.

Consultar o Caderno Reinvindicativo da Limpeza Urbana

 
Aos Trabalhadores da EGEAC Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 21 Setembro 2017 14:54

Reunião técnica de 20 de SetembroCastelo s jorge lx

Dando seguimento à reunião de 5 de Julho, o STML reuniu com a EGEAC, representada pelo assessor do CA, Dr. João Rosa, mas também pela Dra. Maria da Fé, Dra. Paula Pedro e a Dra. Ana Rosmaninho. Damos conta dos principais assuntos debatidos. Assim,

Continuar...
 
STML e STAL alcançam Acordo de Empresa na GEBALIS Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 15 Setembro 2017 13:10

Ass AE GebalisO primeiro Acordo de Empresa (AE) da Gebalis - Gestão do Arrendamento da Habitação Municipal de Lisboa, E.M., S.A., foi assinado a dia 15 de Setembro! Esta importante conquista permite assegurar um conjunto de importantes direitos dos Trabalhadores, além de ultrapassar as injustiças salarias e o descongelamento das progressões nas carreiras, trazendo igualdade e uniformização das regras a aplicar a todos os trabalhadores.

Após mais de um ano de plenários e negociações, o primeiro AE da GEBALIS é celebrado com o STML e o STAL.

Continuar...
 
STML suspende pré-aviso de greve na Limpeza Urbana! Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 13 Setembro 2017 11:00

Iveco ValorSul Camioes20CNGA 16 de Agosto último o STML, após plenários com os trabalhadores, decidiu colocar um pré-aviso de greve por tempo indeterminado aos feriados e domingos. Na origem desta decisão, a política da CML em relação a um dos mais importantes serviços públicos da cidade e, em particular, nos efeitos negativos que se acumulavam inaceitavelmente no seio dos respetivos trabalhadores.

Desde circuitos impostos (ecopontos subterrâneos) sem consulta prévia junto dos trabalhadores e do STML, a uma crescente sobrecarga de trabalho em horários cada vez mais alargados, justificada pela carência de cantoneiros e condutores, entre outros problemas, tudo serviu para que nos últimos meses se observasse a degradação indesmentível da remoção e limpeza urbana da cidade.

Interligado com esta realidade, também o aumento da insegurança no campo da saúde e integridade física dos trabalhadores que corporizam este serviço público municipal. Facto comprovado pelo aumento inusitado do número de acidentados no trabalho.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 5 de 152